Conversor digital gratuito, quem tem direito?

24 de outubro de 2018 - Televisão

Até o final do ano de 2018 haverá o desligamento do sinal analógico no País. No ar fica a pergunta: conversor digital gratuito, quem tem direito? A resposta é simples. Todos os brasileiros inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) podem solicitar o kit gratuito de TV digital.

Saiba que esse benefício, entretanto, atende apenas as famílias com renda até três salários mínimos, que não têm recurso para comprar o conversor digital que transforma as TVs analógicas em TVs digitais. Entenda as diferenças entre os dois tipos de sinais.

Os kits começaram a ser distribuído no País em 2016. A iniciativa, realizada pelo governo em parceria com empresas de telecomunicações, almeja beneficiar 14 milhões de cidadãos brasileiros.

Esse benefício do governo é conhecido como Conversor Digital Bolsa Família, por favorecer, principalmente, esse público. No entanto, outros programas têm direito ao kit gratuito. Confira quem tem direito.

Veja alguns abaixo:

  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI;
  • Programa de Fomento as atividades produtivas;
  • Bolsa Verde;
  • Telefone Popular Bolsa Família;
  • Pro jovem adolescente;
  • Bolsa Estiagem entre outros programas
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Carteira Idoso
  • Minha Casa Minha Vida

O kit gratuito de TV digital é composto por um conversor digital, um corpo da antena, uma fonte de alimentação, cabo RCA, varetas, suporte de vareta com mastro, saquinho com parafusos, porcas e arruelas, 8 metros de cabo coaxial e controle remoto com duas pilhas.

Graças a esses componentes, você não precisará gastar num aparelho de televisão novo para receber o sinal digital de TV. Essa tecnologia oferece uma imagem mais nítida, sem interferências, e som de melhor qualidade, livre de ruídos.

Se você está na lista de beneficiários de programas sociais do governo e ainda não pediu seu kit, apresse-se. Verifique a disponibilidade do equipamento em sua cidade.

O que fazer para retirar o conversor digital?

A solicitação do kit pode ser realizada pela Internet ou pelo telefone 147. Acesse o link para obter informações sobre como pedir o equipamento.

Quem tem direito ao benefício do governo precisa, em primeiro lugar, entrar no site Seja Digital e dar um click de mouse no ícone “Programa de Distribuição de Kits”, que fica na parte superior da página eletrônica. Feito isso, aperte o ícone “Veja se você já pode retirar seu kit gratuito”, situado do lado esquerdo do site.

Daí vai aparecer um espaço em branco para você preencher o número do CPF/NIS do responsável familiar. Realizada essa operação, o sistema encarrega-se de fazer uma busca no Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e de lhe informar se você está autorizado a receber o aparelho.

O próximo passo é preencher um formulário eletrônico com seus dados pessoais (nome, data de nascimento, endereço, telefone, etc).

A última etapa para receber o kit é agendar a retirada, discriminando horário, dia e local da entrega. É só isso que você tem a fazer.

Os kits só serão entregues mediante a apresentação do NIS, documentos com fotos (carteira de habilitação, identidade, carteira de trabalho ou passaporte) que comprovem a identidade do beneficiário e protocolo de agendamento.

Conversores do mercado

 

Se você não tem direito a receber o conversor digital gratuito, não se preocupe. Existem vários equipamentos baratos e de qualidade disponíveis no mercado. Entre eles estão os conversores digitais da Aquário, que atua no mercado de telecomunicações há mais de 40 anos. Na linha de aparelhos da empresa destacam-se o DTV-4000 e o DTV-7000.

 

De design compacto o primeiro modelo conta com gravador digital Full HD, alta qualidade de som e imagem, conexões diversas, central de mídia, alta tecnologia e controle remoto. Dotado das mesmas características que o DTV-4000, o DTV-7000 possui recursos extras, como painel com funções completas, saída de áudio/vídeo e P2/RCA.

Agendamento por telefone

Para pegar o kit é possível, também, fazer o agendamento por telefone, através do número 147. Os atendentes estão preparados para esclarecer dúvidas dos cidadãos de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. A ligação é totalmente gratuita.

Ao ligar para o número 147, você terá a oportunidade de conversar com um atendente e solicitar a antena e o conversor digital. Informe os documentos solicitados e anote a data de entrega do kit. O processo por telefone é bem simples e não leva mais de 20 minutos.

Quem tem celular pode cadastrar o número para receber um lembrete via SMS sobre a retirada do equipamento.

Apenas o responsável familiar ou um membro da família pode retirar o kit gratuito de TV digital. No ponto de retirada, é necessário apresentar NIS, documento de identidade com foto e o protocolo de agendamento.

Na maioria das cidades brasileiras, a retirada do conversor está acontecendo nas unidades dos Correios. O agendamento por telefone ou internet reduz a espera na fila.

Autor